Com a chegada do inverno, o frio, o tempo seco e a menor dispersão de poluentes pioram a qualidade do ar, se tornando os principais motivos de preocupação, principalmente para as pessoas que já tem doenças respiratórias crônicas.

Além desses fatores, a tendência de aglomeração de pessoas em locais fechados durante este período, aumentam a incidência das infecções respiratórias. Gripes, resfriados, sinusite e rinite estão entre as doenças que costumam surgir e se agravar nesta época.

Entretanto, com alguns cuidados simples é possível evitar que doenças respiratórias se manifestem. Confira:

– Quando sentir o nariz entupido ou com coriza, utilize um descongestionante nasal para fluidificar a região. Assim, você manterá a região nasal limpa e protegida.

– Mantenha a casa limpa. Evite o acúmulo de poeira, umidade e mofo;

– Evite frequentar locais com aglomerações de pessoas para a diminuir a disseminação e o contágio de doenças;

– Lave as mãos após o contato com superfícies ou ao espirrar/tossir;

– Se não tiver como lavar as mãos, a higienização pode ser feita com álcool gel;

– Mantenha os ambientes sempre bem ventilados;

– No trabalho ou em casa, a dica é evitar o ar-condicionado que deixa o ar ainda mais seco;

– Procure manter uma alimentação equilibrada;

– Beba muita água e sucos naturais;

– Para aliviar o ressecamento das vias respiratórias, utilize um vaporizador. Na falta do vaporizador, espalhe pela casa toalhas molhadas ou bacias com água;

– Os alérgicos devem evitar o uso de cobertores e mantas que soltam pêlos;

– Não tome antibióticos ou quaisquer outros medicamentos sem aconselhamento médico.