Seja para manter a boa forma ou por uma vida mais saudável, atualmente muitas pessoas estão preferindo consumir produtos menos calóricos ou com menos açúcar. Porém, mesmo que eles já estejam há algum tempo no mercado, ainda é bem comum que as pessoas se sintam confusas em relação à definição dos produtos Diet, Light e Zero.

Afinal, qual é o mais indicado para emagrecer? E para quem tem diabetes?

Para minimizar as dúvidas na hora da compra, confira as definições abaixo:

– Diet

Entre os três termos utilizados, a palavra diet é mais antiga. Os produtos diet são utilizados em dietas específicas, pessoas que, por alguma razão, precisam restringir ou eliminar certos grupos alimentares da dieta, como diabéticos e celíacos (intolerância a glúten).

Geralmente, eles são livres de componentes como glúten, sódio, açúcar ou gordura. Os produtos diet são indicados para quem quer emagrecer mas principalmente, para quem tem algum problema de saúde. Eles até podem ser utilizados para o emagrecimento, porém é preciso lembrar que nem sempre a exclusão de uma substância implica em menos calorias.

– Light

Os produtos light são direcionados a pessoas que buscam uma alimentação mais equilibrada. Eles devem apresentar redução mínima de 25% de um determinado nutriente, como menos açúcar, sal, proteína ou gordura, quando comparado ao convencional. O consumo é indicado para pessoas que buscam diminuir o teor do componente da alimentação. Por lei, essa informação deve ser designada no rótulo do produto.

– Zero

Os produtos zero indicam redução ou exclusão total de um componente comparado a versão tradicional, como zero açúcar, zero gordura, entre outros. Para cada nutriente que se declara zero existe um limite máximo legal definido pela Anvisa/Ministério da Saúde. Os alimentos zero por isenção de açúcar, podem ser consumidos por portadores de diabetes.

Lembre-se, mais importante que conhecer as definições de cada termo é saber consumi-los de maneira consciente, fazendo com que atendam às suas necessidades.

Dica: Os portadores de deficiências metabólicas (diabéticos, hipertensos, intolerantes a determinada substância) devem ser sempre acompanhados por um médico ou nutricionista.