Apesar de diversas informações estarem disponíveis sobre o tema, muitas dúvidas ainda permeiam sobre a reprodução humana, principalmente quando trata-se do tema fertilidade masculina.

Durante muito tempo, a infertilidade foi ligada diretamente como um problema somente das mulheres. Porém, com o desenvolvimento da tecnologia e dos novos estudos, foi possível entender que não existe culpa de gênero quando o assunto é fertilidade. Determinadas condições podem afetar ambos os sexos.

Confira abaixo 6 mitos e verdades sobre fertilidade masculina :

1. A idade do homem interfere na sua capacidade reprodutiva.

VERDADE
O DNA dos espermatozóides tende a se modificar a partir do 35 anos. Sendo comum a diminuição da qualidade e da quantidade dos espermatozóides.

2. A fertilidade e a virilidade estão diretamente ligadas.

MITO

A infertilidade não está diretamente ligada com a impotência. É possível que um homem seja uma pessoa fértil, mas não viril. Assim como, um homem pode ser não fértil, mas viril.

3. Determinados hábitos podem afetar a fertilidade.

VERDADE

Uma alimentação desregrada e o consumo em excesso de café e álcool – além de vícios em drogas e anabolizantes – podem afetar na produção de espermatozóides e testosterona.

4. O homem que já teve filhos pode ser considerado fértil para a vida inteira.

MITO

Diversos fatores podem influenciar na fertilidade do homem ao longo da vida. Tratamentos contra o câncer e varicocele são alguns deles.

5. O número de relações sexuais influencia nas chances de gestação.

VERDADE

O excesso de relações sexuais pode sim reduzir o número de espermatozóides a cada relação. Geralmente, o homem precisa de um intervalo de 1 a 3 dias para produzir novos espermatozóides.

6. Alimentos afrodisíacos podem aumentar a fertilidade.

MITO

Assim como a virilidade não está relacionada, a libido também não está ligada com a fertilidade.

Essencial Fit